Santo do dia – 31/01 – São João Bosco

Nascimento: 1815 (Becchi, Itália)
Falecimento: 1888 (Turim, Itália) (72 anos)

Ainda no século XIX, Dom Bosco ressuscitava mortos e curava enfermos com milagres estupendos.

Carlos era um dos muitos jovens que se confessavam com Dom Bosco. Durante uma ausência do santo, o jovem caiu gravemente doente. Pediu a presença de Dom Bosco, mas não o encontraram. Um outro sacerdote o confessou. Mas dois dias depois morreu, chamando por Dom Bosco, cheio de ânsias e medo.

A mãe do rapaz, abalada, foi ao encontro do santo, contando-lhe o sucedido: a triste e agitada agonia do filho.

Depois de tudo ouvido, Dom Bosco pensou: “E se na confissão o rapaz tivesse escondido um pecado grave?”. Foi até o lugar onde está Carlos e reza Àquela que nunca deixara de o atender, ora Àquela que é Onipotente Suplicante junto a Deus: Nossa Senhora Auxiliadora.

Levantando-se chamou:
– Carlos.
O morto levanta e grita:
– Dom Bosco! Dom Bosco!
– Aqui estou, filho, à sua disposição.
– Ah! Padre, uma multidão de espíritos malignos tentavam lançar-me num grande fogaréu, mas uma Senhora de grande beleza os afastou dizendo: “Ainda não está condenado”. Nesse momento ouvi a sua voz chamando-me.
– Depois de ouvir a confissão, pois havia escondido pecados graves, disse:
– Agora que a sua alma está pura queres viver ou ir para o Céu?
– Quero ir para o Céu.
Assim dizendo, morreu para ir desfrutar da presença de Maria, sua Mãe.

(retirada do livro Coração de Mãe cheio de bondade, Edições Paulinas, 5ª Edição, 1976)

// – – –

Uma dica: dois filmes estão publicados no youtube e contam a vida de São João Bosco.

⇒ Filme: São Dom Bosco – Uma vida para os jovens
Parte 1:

Parte 2:

⇒ Filme Dom Bosco

000

Anúncios

Meditações por São João Bosco – O Paraíso

Desejo, meus filhos, que tenhais diariamente um pouco de meditação. Por isso, aqui ofereço alguns curtos pensamentos para cada dia da semana, e espero que os lereis com atenção, caso não tenhais outro livro mais apropriado.

“Meu Deus, eu me arrependo de todo o coração por Vos ter ofendido; peço-vos a graça de compreender as verdades que vou meditar e de inflamar-me de amor por Vós. Virgem Santíssima, Mãe de Jesus, rogai por mim”.

O Paraíso

1º)- Quanto mais espanta a consideração do Inferno, tanto mais consola a do Paraíso, que foi preparado por Deus para todos os que O amam e servem na vida presente.

Para fazeres uma idéia dele, imagina uma noite serena.

Que belo é o céu, com tanta multidão e variedade de estrelas!

Umas são maiores que outras; enquanto algumas delas aparecem pelo Oriente, outras desaparecem no Ocidente, sendo muito variadas no que diz respeito ao tamanho, cor, etc.

Mas todas elas se movem, na imensidão do espaço, com admirável harmonia e segundo a vontade de Deus, seu Criador.

Imagina ademais que a luz do sol te deixe ver durante um belo dia a lua e as estrelas que há no firmamento; imagina também tudo o que há de precioso no mar, na terra, nos diversos países, nas cidades e nos palácios dos reis e monarcas de todo o mundo; acrescenta a isto as mais finas bebidas, os alimentos mais saborosos, a música mais doce, a harmonia mais suave… Pois tudo isso é nada, comparado com a excelência dos bens e dos gozos do Paraíso!

Quanto devemos desejar a posse daquele lugar, onde se gozam todos os bens, sem mescla alguma de mal!

A alma bem-aventurada só poderá exclamar: “Eu me saciarei com a visão da vossa glória” (Sl 16,15).

2º)- Considera, ademais, a alegria que tua alma sentirá ao entrar no Paraíso.

Sairão a recebê-la teus parentes e amigos, e ali verás a nobreza e beleza dos Querubins e Serafins, de todos nos Anjos e de todos os Santos, que em multidão louvam a seu Criador.

Verás também os Apóstolos, o imenso número de Mártires, Confessores e Virgens, e ademais uma grande multidão de jovens que se conservaram puros e por isso cantam a Deus um hino de glória inefável.

Oh, quanto gozam naquele Reino os bem-aventurados! Estão sempre alegres, pois não padecem o menos sofrimento, nem penas que venham turbar sua paz e contentamento.

3º)- Observa ademais, filho, que tudo isso não é nada em comparação com o grande consolo que sentirá a alma ao ver a Deus.

Ele consola os Bem-aventurados com seu olhar amoroso e derrama em seu coração torrentes de delícias.

Assim como o sol ilumina e embeleza todos os objetos aonde chega sua luz, assim Deus ilumina com sua presença todo o Paraíso e cumula seus felizes habitantes com prazeres inexprimíveis.

NEle, como num espelho, verás todas as coisas, gozarás de todos os prazeres da mente e do coração.

Quanto, no Monte Tabor, São Pedro viu uma única vez o rosto de Jesus radiante de luz, foi cumulado de tanta doçura, que fora de si exclamou: “É bom para nós estar aqui!” (Lc 9,33)

Que alegria será então o contemplar, não por um instante, mas para sempre, a vista daquela face divina que apaixona os Anjos e os santos, e que embeleza todo o Paraíso!

E a formosura e a amabilidade de Maria, de quanto gozo inundará o coração dos bem-aventurados! “Como são amáveis as tuas moradas, Senhor Deus dos Exércitos!” (Sl 83,2).

Por isso, todos os coros de Anjos e todos os Bem-aventurados cantarão a sua glória, dizendo: “Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus dos exércitos! A Ele toda a honra e toda a glória, por todos os séculos dos séculos”.

Coragem, pois, meu filho! Algo terás que sofrer neste mundo, mas não importa! O prêmio que te espera no Paraíso compensará infinitamente todos os males que tenhas padecido na vida presente.

Que consolo será o teu quando te encontrares no Céu em companhia de parentes e amigos, dos Santos e dos Bem-aventurados, e puderes exclamar: “Estou salvo e estarei para sempre com o Senhor!”

Então bendirás o momento em que deixaste o pecado, em que fizeste uma boa confissão e começaste e freqüentar os Sacramentos.

Bendirás o dia em que, deixando as más companhias, te entregaste à virtude. E, cheio de gratidão, te voltarás a teu Deus e Lhe cantarás louvores e glórias por todos os séculos dos séculos.

Assim seja.

07

(retirada do livro o Jovem Instruído)

[Comunicado] – Errata

No último dia 29 deste mês, fizermos a comunicação da missa que será celebrada na residência da Carla no dia 02/02/2015.

Comentemos um erro. A Missa é pela Festa da Purificação de Nossa Senhora e não “Apresentação de Nosso Senhor” conforme comunicado.

Local e data permanecem inalterados.
Endereço: Av. Venezuela, 1006 – Bairro: Tibery
Data: 02/02/2015 às 19:30