Liturgia Diária- 18/01/2016

SANTO DO DIA

Santa Prisca (ou Priscila)

saint_priscilla

Prisca, é um nome que nos soa um pouco estranho, significa: “a primeira”. Mas evoca uma grande Santa, que se impôs à admiração de todos nos primeiros tempos do Cristianismo. Ela foi considerada a mais antiga santa romana e se tornou uma das mulheres mais veneradas na Igreja. Segundo a tradição, Prisca foi batizada aos treze anos de idade por São Pedro e se tornou a primeira mulher do Ocidente a testemunhar com o martírio, sua fé em Cristo. Ela morreu decapitada durante a perseguição do imperador Cláudio, na metade do século I, em Roma.

As “Atas de Santa Prisca” registram, de fato, que ela foi martirizada durante o governo desse tirano e seu corpo sepultado na Via Ostiense, nas catacumbas de Priscila, as mais antigas de Roma. Depois foi transladado para a igreja do monte Aventino. Uma igreja construída sobre os alicerces de uma grande casa romana do primeiro século, como atestam as mais recentes descobertas arqueológicas, muito importante para os cristãos. Ainda hoje, mantém uma cripta que guarda uma preciosa relíquia: a concha com que São Pedro apóstolo batizou seus seguidores e discípulos. Mas, a partir do século VIII, alguns dados vieram à tona dando total veracidade da existência dessa mártir romana, como mulher evangelizadora atuante, descrita numa carta escrita por São Paulo, em que falou: “Saúdem Prisca e Áquila, meus colaboradores em Jesus Cristo, os quais expuseram suas cabeças para me salvar a vida. À isso devo render graças não somente eu, mas também todas as igrejas dos gentios” (Rm 16,3). Desta maneira, se soube que Prisca não morreu logo apos seu batizado, mas alguns anos depois, ainda durante aquela perseguição. No Sínodo Romano de 499, se determinou que os dados fossem acrescentados às “Atas de Prisca”, confirmando ainda mais a sua valorosa contribuição à Igreja dos primeiros tempos. Para homenagear e perpetuar o seu exemplo, aquela igreja de monte Aventino foi consagrada com o nome de Santa Prisca e se manteve no dia 18 de janeiro a sua tradicional festa litúrgica.

Oração (Segunda Coleta da Missa): Concedei, nós Vos rogamos, ó Deus onipotente, que, celebrando o nascimento de Sta. Prisca, vossa Virgem e Mártir, nós nos alegremos por esta solenidade anual e façamos progresso pelo exemplo de sua tão grande fé. Por Nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.

LEITURAS/LESSONS

COMUM DA FÉRIA (II DOMINGO DEPOIS DA EPIFANIA)

Fiel as Promessas que fizera a Abraão, Deus enviou o seu Filho para resgatar o povo eleito, que não circunscrevia à orbita judaica somente mas compreendia os homens de todos os lugares e de todos os tempos, Jesus é, pois, aquele Rei que a terra toda deve adorar e servir. Havendo sido convidado às núpcias em Cana, diz Santo Agostinho, aceita o convite para nos revelar o profundo mistério que nelas se encobre e que é a união de Cristo com sua Igreja. Todos os Padres são Unânimes em ver neste milagre aí operado, além da confirmação da missão redentora de Cristo, o símbolo da Eucaristia e da Aliança que Jesus Cristo estabeleceu com as almas e selou com o sinete do seu sangue e a qual se consuma na sagrada comunhão. São as núpcias divinas na terra, prelúdio das eternas do Céu. Éramos água e Cristo fez-nos vinho, vinho novo, duma vinha que é também nova e que foi regada com o sangue do homem-Deus. Diz São Tomás de Aquino que a conversão da água em vinho é símbolo da transubstanciação, milagre tamanho, que faz do vinho eucarístico o sangue da aliança de paz que Deus estabeleceu com a sua Igreja.

Epístola (Rm 12, 6-16)

Leitura da Epístola de São Paulo Apóstolo aos Romanos. 

Irmãos: Temos dons diferentes, conforme a graça que nos foi conferida. Aquele que tem o dom da profecia, exerça-o conforme a fé. Aquele que é chamado ao ministério, dedique-se ao ministério. Se tem o dom de ensinar, que ensine; o dom de exortar, que exorte; aquele que distribui as esmolas, faça-o com simplicidade; aquele que preside, presida com zelo; aquele que exerce a misericórdia, que o faça com afabilidade. Que vossa caridade não seja fingida. Aborrecei o mal, apegai-vos solidamente ao bem. Amai-vos mutuamente com afeição terna e fraternal. Adiantai-vos em honrar uns aos outros. Não relaxeis o vosso zelo. Sede fervorosos de espírito. Servi ao Senhor. Sede alegres na esperança, pacientes na tribulação e perseverantes na oração. Socorrei às necessidades dos fiéis. Esmerai-vos na prática da hospitalidade. Abençoai os que vos perseguem; abençoai-os, e não os praguejeis. Alegrai-vos com os que se alegram; chorai com os que choram. Vivei em boa harmonia uns com os outros. Não vos deixeis levar pelo gosto das grandezas; afeiçoai-vos com as coisa modestas. Não sejais sábios aos vossos próprios olhos.

Evangelho (Jo 2,1-11)

Sequência do Santo Evangelho segundo São João.

Naquele tempo: Celebravam-se bodas em Caná da Galiléia, e achava-se ali a mãe de Jesus. Também foram convidados Jesus e os seus discípulos. Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: Eles já não têm vinho. Respondeu-lhe Jesus: Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou. Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser. Ora, achavam-se ali seis talhas de pedra para as purificações dos judeus, que continham cada qual duas ou três medidas. Jesus ordena-lhes: Enchei as talhas de água. Eles encheram-nas até em cima. Tirai agora , disse-lhes Jesus, e levai ao chefe dos serventes. E levaram. Logo que o chefe dos serventes provou da água tornada vinho, não sabendo de onde era (se bem que o soubessem os serventes, pois tinham tirado a água), chamou o noivo e disse-lhe: É costume servir primeiro o vinho bom e, depois, quando os convidados já estão quase embriagados, servir o menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora. Este foi o primeiro milagre de Jesus; realizou-o em Caná da Galiléia. Manifestou a sua glória, e os seus discípulos creram nele.

in english

Epistle (Rom. 12: 6-16)

Lesson from the Epistle of the Blessed Paul the Apostle to the Romans.

Brethen: we each have different gifts, according to the grace that has been given to us: whether prophecy, in agreement with the reasonableness of faith; or ministry, in ministering; or he who teaches, in doctrine; he who exhorts, in exhortation; he who gives, in simplicity; he who governs, in solicitude; he who shows mercy, in cheerfulness. Let love be without falseness: hating evil, clinging to what is good, loving one another with fraternal charity, surpassing one another in honor: in solicitude, not lazy; in spirit, fervent; serving the Lord; in hope, rejoicing; in tribulation, enduring; in prayer, ever-willing; in the difficulties of the saints, sharing; in hospitality, attentive. Bless those who are persecuting you: bless, and do not curse. Rejoice with those who are rejoicing. Weep with those who are weeping. Be of the same mind toward one another: not savoring what is exalted, but consenting in humility. Do not choose to seem wise to yourself.

Gospel (John 2: 1-11)

The continuation of the Holy Gospel according to John.

In that time: A wedding was held in Cana of Galilee, and the mother of Jesus was there. Now Jesus was also invited to the wedding, with his disciples. And when the wine was failing, the mother of Jesus said to him, “They have no wine.” And Jesus said to her: “What is that to me and to you, woman? My hour has not yet arrived.” His mother said to the servants, “Do whatever he tells you.” Now in that place, there were six stone water jars, for the purification ritual of the Jews, containing two or three measures each. Jesus said to them, “Fill the water jars with water.” And they filled them to the very top. And Jesus said to them, “Now draw from it, and carry it to the chief steward of the feast.” And they took it to him. Then, when the chief steward had tasted the water made into wine, since he did not know where it was from, for only the servants who had drawn the water knew, the chief steward called the groom, and he said to him: “Every man offers the good wine first, and then, when they have become inebriated, he offers what is worse. But you have kept the good wine until now.” This was the beginning of the signs that Jesus accomplished in Cana of Galilee, and it manifested his glory, and his disciples believed in him.

Anúncios

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s