Liturgia Diária- 09/03/2016

SANTO DO DIA

Santa Francisca Romana

Santa-Francisca-RomanaFrancisca de Leoni nasceu em 1384, em Roma, numa família rica e cristã. Sempre quis ser religiosa, mas foi prometida em casamento com o jovem Lourenço Ponciano, com quem se casou de fato e teve filhos.

Ambos eram cristãos e tiveram uma vida plena juntos. Sempre seguindo normas católicas, ajudavam muito os que mais precisavam, tanto que a casa deles virou um local para os pobres e abandonados. Era um ambulatório e asilo.

A família de Francisca viveu numa época triste em Roma: guerras, fome, miséria e epidemias. A santa viu morrer três de seus filhos e outro sendo refém, quando seu marido ia preso depois de ferido na guerra.

Mesmo com todo sofrimento, continuou ajudando os necessitados e vendeu tudo que tinha para se sustentar. Foi quando recebeu o apelido de “Mãe de Roma”.

Francisca frequentava a igreja de padres beneditinos e lá organizava todas as amigas ricas para se dedicarem a ajuda aos necessitados.

Depois da morte de seu marido passou a se dedicar totalmente a religião e caridade. Fundou Ordem das Irmãs Oblatas Olivetanas de Santa Maria Nova.

Morreu em 09 de março de 1440, foi proclamada Santa Francisca Romana em 1608 e considerada mística pela Igreja.

QUARTA-FEIRA DA 4ª SEMANA DA QUARESMA

A estação de hoje juntava-se na grande Basílica de São Paulo. Depois do Canto do Intróito , que anuncia o Batismo em que Deus se digna derramar na almas a água purificadora da graça, os catecúmenos, eram exorcizados e recebiam a imposição das mãos, depois da leitura de Ezequiel e Isaías, que falam desta purificação renovadora, lia se o princípio dos quatro Evangelhos e explicava-se o Credo e o Pai-Nosso são com efeito os elementos essenciais da revelação cristã.
O Evangelho da missa refere-se a cura do cedo de nascimento e o acolhimento que o Senhor lhe deu depois que o expulsaram da Sinagoga: é mais um dos símbolos do Batismo, que derrama nas almas a luz sobrenatural da fé. Demos graças a Deus por nos ter concedido também essa luz e orgulhemo-nos de ser cristãos.

LEITURAS/LESSONS

I Leitura (Ez 36, 23-28)

Leitura do profeta Ezequiel.

Isto diz o Senhor Deus: Quero manifestar a santidade do meu augusto nome que aviltastes, profanando-o entre as nações pagãs, a fim de que conheçam que eu sou o Senhor – oráculo do Senhor Javé -, quando sob seus olhares eu houver manifestado a minha santidade por meu proceder em relação a vós. Eu vos retirarei do meio das nações, eu vos reunirei de todos os lugares, e vos conduzirei ao vosso solo. Derramarei sobre vós águas puras, que vos purificarão de todas as vossas imundícies e de todas as vossas abominações. Dar-vos-ei um coração novo e em vós porei um espírito novo; tirar-vos-ei do peito o coração de pedra e dar-vos-ei um coração de carne. Dentro de vós meterei meu espírito, fazendo com que obedeçais às minhas leis e sigais e observeis os meus preceitos. Habitareis a terra de que fiz presente a vossos pais; sereis meu povo, e serei vosso Deus.

II Leitura (Is 1, 16-19)

Leitura do profeta Isaías.

Naqueles dias: Isto diz o Senhor Deus: lavai-vos, purificai-vos. Tirai vossas más ações de diante de meus olhos. Cessai de fazer o mal, aprendei a fazer o bem. Respeitai o direito, protegei o oprimido; fazei justiça ao órfão, defendei a viúva. Pois bem, justifiquemo-nos, diz o Senhor. Se vossos pecados forem escarlates, tornar-se-ão brancos como a neve! Se forem vermelhos como a púrpura, ficarão brancos como a lã! Se fordes dóceis e obedientes, provareis os melhores frutos da terra;

Evangelho (Jo 9, 1-38)

Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo, caminhando, viu Jesus um cego de nascença. Os seus discípulos indagaram dele: Mestre, quem pecou, este homem ou seus pais, para que nascesse cego? Jesus respondeu: Nem este pecou nem seus pais, mas é necessário que nele se manifestem as obras de Deus. Enquanto for dia, cumpre-me terminar as obras daquele que me enviou. Virá a noite, na qual já ninguém pode trabalhar. Por isso, enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo. Dito isso, cuspiu no chão, fez um pouco de lodo com a saliva e com o lodo ungiu os olhos do cego. Depois lhe disse: Vai, lava-te na piscina de Siloé (esta palavra significa emissário). O cego foi, lavou-se e voltou vendo. Então os vizinhos e aqueles que antes o tinham visto mendigar perguntavam: Não é este aquele que, sentado, mendigava? Respondiam alguns: É ele. Outros contestavam: De nenhum modo, é um parecido com ele. Ele, porém, dizia: Sou eu mesmo.  Perguntaram-lhe, então: Como te foram abertos os olhos? Respondeu ele: Aquele homem que se chama Jesus fez lodo, ungiu-me os olhos e disse-me: Vai à piscina de Siloé e lava-te. Fui, lavei-me e vejo. Interrogaram-no: Onde está esse homem? Respondeu: Não o sei. Levaram então o que fora cego aos fariseus. Ora, era sábado quando Jesus fez o lodo e lhe abriu os olhos. Os fariseus indagaram dele novamente de que modo ficara vendo. Respondeu-lhes: Pôs-me lodo nos olhos, lavei-me e vejo. Diziam alguns dos fariseus: Este homem não é o enviado de Deus, pois não guarda sábado. Outros replicavam: Como pode um pecador fazer tais prodígios? E havia desacordo entre eles. Perguntaram ainda ao cego: Que dizes tu daquele que te abriu os olhos? É um profeta, respondeu ele. Mas os judeus não quiseram admitir que aquele homem tivesse sido cego e que tivesse recobrado a vista, até que chamaram seus pais. E os interrogaram: É este o vosso filho? Afirmais que ele nasceu cego? Pois como é que agora vê? Seus pais responderam: Sabemos que este é o nosso filho e que nasceu cego. Mas não sabemos como agora ficou vendo, nem quem lhe abriu os olhos. Perguntai-o a ele. Tem idade. Que ele mesmo explique. Seus pais disseram isso porque temiam os judeus, pois os judeus tinham ameaçado expulsar da sinagoga todo aquele que reconhecesse Jesus como o Cristo. Por isso é que seus pais responderam: Ele tem idade, perguntai-lho. Tornaram a chamar o homem que fora cego, dizendo-lhe: Dá glória a Deus! Nós sabemos que este homem é pecador. Disse-lhes ele: Se esse homem é pecador, não o sei… Sei apenas isto: sendo eu antes cego, agora vejo. Perguntaram-lhe ainda uma vez: Que foi que ele te fez? Como te abriu os olhos? Respondeu-lhes: Eu já vo-lo disse e não me destes ouvidos. Por que quereis tornar a ouvir? Quereis vós, porventura, tornar-vos também seus discípulos?… Então eles o cobriram de injúrias e lhe disseram: Tu que és discípulo dele! Nós somos discípulos de Moisés. Sabemos que Deus falou a Moisés, mas deste não sabemos de onde ele é. Respondeu aquele homem: O que é de admirar em tudo isso é que não saibais de onde ele é, e entretanto ele me abriu os olhos. Sabemos, porém, que Deus não ouve a pecadores, mas atende a quem lhe presta culto e faz a sua vontade. Jamais se ouviu dizer que alguém tenha aberto os olhos a um cego de nascença. Se esse homem não fosse de Deus, não poderia fazer nada. Responderam-lhe eles: Tu nasceste todo em pecado e nos ensinas?… E expulsaram-no. Jesus soube que o tinham expulsado e, havendo-o encontrado, perguntou-lhe: Crês no Filho do Homem? Respondeu ele: Quem é ele, Senhor, para que eu creia nele? Disse-lhe Jesus: Tu o vês, é o mesmo que fala contigo! Creio, Senhor, disse ele. (Aqui todos se ajoelham) E, prostrando-se, o adorou.

In English

I Lesson (Ez. 36: 23-28)

Lesson from Ezechiel the Prophet.

Thus saith the Lord God, I will sanctify My great name, which was profaned among the gentiles which you have profaned in the midst of them; that the gentiles may know that I am the lord, saith the Lord of hosts, when I shall be sanctified in you before their eyes. For I will take you from among the gentiles, and will gather you together out of all countries, and will bring you into your own land; and I will pour upon you clean water, and you shall be cleansed from all your filthiness, and I will cleanse you from all your idols, and will give you a new heart, and put a new spirit within you; and I will take away the stony heart out of your flesh, and will give you a heart of flesh. And I will put My spirit in the midst of you, and I will cause you to walk in My commandments, and to keep My judgments, and do them, and you shall dwell in the land which I gave to your fathers, and you shall be My people, and I will be your God; saith the Lord almighty.

II Lesson (Is. 1: 16-19)

Lesson from Isaias the Prophet.

Thus saith the Lord God, Wash yourselves, be clean, take away the evil of your devices from My eyes; cease to do perversely, learn to do well; seek judgment, relieve the op­pressed, judge for the fatherless, defend the widow, and then come, and accuse Me, saith the Lord: if your sins be as scarlet, they shall be made as white as snow: and if they be red as crimson, they shall be white as wool. If you be willing and will harken to Me, you shall eat the good things of the land; saith the Lord almighty.

Gospel (John 9: 1-38)

The continuation of the holy Gospel according to John.

At that time, Jesus passing by, saw a man who was blind from his birth: and His disciples asked Him, Rabbi who hath sinned, this man of his parents, that he should be born blind? Jesus answered, “Neither hath this man sinned nor his parents, but that the works of God should be made manifest in him. I must work the works of Him that sent Me, whilst it is day; the night cometh when no man can work. As long as I am in the world I am the light of the world.” When He had said these things, He spat on the ground, and made clay of the spittle, and spread the clay upon his eyes, and said to him, “Go, wash in the pool of Siloe,” (which is interpreted, Sent). He went therefore, and washed, and he came seeing. The neighbors therefore and they who had seen him before that he was a beggar said, Is not this he that sat and begged? Some said, This is he. But others said, No, but he is like him. But he said, I am he. They said therefore to him How were thy eyes opened? He answered, That man that is called Jesus, made clay, and anointed my eyes, and said to me, Go to the pool of Siloe, and wash: and I went, I washed, and I see. And they said to him, Where is He? He saith, I know not. They bring him that had been blind to the pharisees. Now it was the Sabbath when Jesus made the clay, and opened his eyes. Again therefore the pharisees asked him how he had received his sight. But he said to them, He put clay upon my eyes, and I washed, and I see. Some therefore of the pharisees said, This man is not of God, who keepeth not the Sabbath. But others said, How can a man that is a sinner do such miracles? And there was a division among them. They say therefore to the blind man again, What sayest thou of Him that hath opened thy eyes? And he said, He is a prophet. The Jews then did not believe concerning him, that he had been blind and had received his sight, until they called the parents of him that had received his sight and asked them, saying, Is this your son, who you say was born blind? How then doth he now see? His parents answered them and said, We know that he is our son, and that he was born blind: but how he seeth we know not, or who hath opened his eyes we know not: ask himself; he is of age, let him speak for himself. These things his parents said, be­cause they feared the Jews: for the Jews had already agreed among themselves, that if any man should confess Him to to be Christ, he should be put out of the synagogue. Therefore did his parents say, He is of age, ask him. They therefore called the man again that had been blind, and said to him, Give glory to God. We know that this man is a sinner. He said therefore to them, If He be a sinner, I know not; one thing I know, that whereas I was blind, now I see. They then said to him, What did He to thee? How did He open thine eyes? He answered them, I have told you already and you have heard; why would you hear it again? will you also be­come His disciples? They reviled him therefore, and said, Be thou His disciple: but we are the disciples of Moses. We know that God spoke to Moses; but as to this man, we know not from whence He is. The man answered and said to them, Why, herein is a wonderful thing that you know not from whence He is, and He hath opened my eyes. Now we know that God doth not hear sinners; but if a man be a server of God, and doth His will, him He heareth. From the beginning of the world it hath not been heard, that any man hath opened the eyes of one born blind. Unless this man were of God, He could not do anything. They answered and said to him, Thou wast wholly born in sins, and dost thou teach us? And they cast him out. Jesus heard that they had cast him out; and when He had found him, He said to him, “Dost thou believe in the Son of God?” He answered and said, Who is He, Lord, that I may believe in Him? And Jesus said to him, “Thou hast both seen Him, and it is He that talketh with thee.” And he said, I believe, Lord: (Here all kneel down) and falling down he adored Him.

Anúncios

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s