Os Novíssimos- o juízo particular

Por San Miguel Arcángel

Tradução de Airton Vieira

 

Por juízo se entende o estrito exame de toda nossa vida ante o tribunal de Deus, seguido da sentença que decidirá nossa sorte por toda a eternidade.

Há dois juízos: um particular entre a alma e Jesus Cristo imediatamente depois da morte; e outro universal no fim do mundo entre Jesus Cristo e todos os homens reunidos. O juízo universal é uma ratificação ou confirmação do particular. Continuar lendo

Anúncios

Liturgia Diária- 31/05/2017

NOSSA SENHORA RAINHA

Festa de 2ª Classe – Missa Própria

the-coronation-of-the-virgin-1626

Por uma espécie de instinto sobrenatural, o povo cristão em todos os tempos reconheceu a realeza da Mãe daquele que é o “Rei dos reis e Senhor dos Senhores”. Deste comum sentir fizeram-se intérpretes autorizados, no decorrer dos séculos, os Santos padres, os Doutores da Igreja, os Sumos Pontífices. Desta crença encontramos claro testemunho nos esplendores da arte sagrada e na liturgia. Os teólogos, por seu turno, não se têm cansado de mostrar a conveniência do título de realeza da Mãe de Deus, tão intimamente associada com a obra redentora de seu Divino Filho, ela a Medianeira de todas as graças.

No sentido de corresponder os votos unânimes de fiéis e pastores, São Pio XII, pela Carta Encíclica Ad Caeli Reginam, de 11 de Outubro de 1954, que seus corações todo mundo cristão vinha já prestando à Soberana Rainha do Céus e da Terra.

A Epístola apresenta-nos o reinado da Sabedoria, cujas prerrogativas a Liturgia aplica a Santíssima Virgem. O Evangelho anuncia o reinado de Cristo, fonte do reinado de sua Mãe.


Páginas 1083 a 1086 do Missal Quotidiano (D. Gaspar Lefebvre, 1963).


LEITURAS/LESSONS

Epístola (Eclo 24, 5,7,9-11, 30-31)

Leitura do Livro da Sabedoria.

Saí da boca do Altíssimo; nasci antes de toda criatura. Habitei nos lugares mais altos: meu trono está numa coluna de nuvens e percorri toda a terra. Imperei sobre todos os povos e sobre todas as nações.Tive sob os meus pés, com meu poder, os corações de todos os homens, grandes e pequenos. Entre todas as coisas procurei um lugar de repouso, e habitarei na moradia do Senhor. Aquele que me ouve não será humilhado, e os que agem por mim não pecarão. Aqueles que me tornam conhecida terão a vida eterna.

Evangelho (Lc 1, 26-33)

Sequência do Santo Evangelho segundo Lucas.

Naquele tempo: No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi e o nome da virgem era Maria. Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo. Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação. O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.

In English

Epistle (Eccl. 24: 5, 7, 9-11, 30-31)

Lesson from the book of Wisdom.

I came out of the mouth of the Most High, the firstborn before all creatures. I dwelt in the highest places, and my throne is in a pillar of cloud. And I have stood in all the earth and in every people, and in every nation I have had the chief rule. And by my power I have trodden under my feet the hearts of all the high and low. He that heareneth to me shall not be confounded, and they that work by me shall not sin. They that explain me shall have life everlasting.

Gospel ( Luke 1: 26-33)

The continuation of the holy Gospel according to Luke.

At that time, the angel Gabriel was sent from God into a city of Galilee, called Nazareth, to virgin espoused to man whose name was Joseph, of the house of David: and the virgin’s name was Mary. And the angel being come in, said unto her: Hail, full of grace, the Lord is with thee: blessed art thou among women. Who having heard, was troubled at his saying and thought with herself what manner of salutation this should be. And the angel said to her: Fear not, Mary, for thou hast found grace with God. Behold thou shalt conceive in thy womb and shalt bring forth a Son; and thou shalt call his name Jesus. He shall be great and shall be called the Son of the Most High, and the Lord God shall give unto Him the throne of David His father: and He shall reign in the house of Jacob forever, and of His kingdom there shall be no end.

Liturgia Diária- 30/05/2017

SÃO FÉLIX I, Papa e Mártir

Comemoração- Missa comum do Domingo com orações da Missa “Si diligis me”

Foi eleito papa em 5 de Janeiro de 269, permanecendo no Trono de São Pedro até o dia 30 de Dezembro de 274, sucedendo Papa Dionísio. Santo da Igreja Cristã, nasceu em Roma, sendo as informações sobre sua vida poucas e confusas.

Interveio na questão da deposição de Paulo de Samósata, condenado por suas doutrinas trinitárias e cristológicas no Sínodo de Antioquia (268). O Liber Pontificalis atribui-lhe um decreto com que se autorizava a celebração da missa sobre os túmulos dos mártires.

Juntou-se aos fiéis nas catacumbas, para escapar à perseguição do Imperador Aureliano. Iniciou o sepultamento dos mártires sob o altar e a celebração da missa sobre seu túmulos. Segundo a tradição, o papa de número 26 teria morrido martirizado em 30 de dezembro de 274, sepultado na Catacumba de São Calisto, na Via Ápia, e sucedido por São Eutiquiano (275-283).


LEITURAS/LESSONS

4 coisas que aprendeu este sacerdote mexicano após praticar 6 mil exorcismos

Por Diego López Marina

Tradução de Airton Vieira

O exorcista mexicano de 80 anos, Pe. Francisco López Sedano, assegurou em uma recente entrevista ter realizado pelo menos 6 mil exorcismos durante 40 anos de serviço e que o mesmo demônio tem medo dele.

Sobre o fato de que o diabo o teme, o sacerdote explicou ao diário Hoy Los Ángeles que quando fala através de pessoas possuídas ele responde: “não sou ninguém, mas venho da parte de Cristo, teu Deus e Senhor e suma agora mesmo, te mando em nome dEle que te vás, fora!”.

O Pe. López é o coordenador nacional emérito de exorcistas da Arquidiocese do México e pertence à ordem dos Missionários do Espírito Santo. Atualmente segue exercendo seu ministério na Paróquia da Santa Cruz na Cidade do México.

Durante a entrevista o presbítero ressaltou 4 coisas que aprendeu durante seus anos de exorcista.

  1. O demônio é uma pessoa e não uma coisa

O sacerdote disse que quando se fala com o demônio “não se fala com uma coisa, se fala com uma pessoa”, posto que Jesus o enfrentou muitas vezes e falou com ele.

Advertiu que o que o maligno mais gosta “é separar-nos de Deus, meter-nos medo, ameaçar-nos, ter-nos tremendo”, “nos mete preguiça, cansaço, sono, desconfiança, desespero, ódio; todo o negativo”.

  1. O demônio entra nas pessoas porque o permitem

O Pe. López pôs ênfase em que há pessoas que permitem que o diabo entre nelas, porque “não se meteria conosco se não lhe abríssemos as portas”.

“Por isso Deus proíbe praticar magia, superstição, bruxaria, feitiçaria, adivinhação, consulta a mortos e espíritos e astrologia. Esses são os sete terrenos da mentira e do engano”.

“Que os astros influem em nossa vida é a maior mentira. Estão a milhões e milhões de quilômetros! São corpos formados por metais e gases, como vão influir em nós? O mesmo passa com a magia, que é atribuir às coisas um poder que não têm. Carregar uma ferradura porque me dará boa sorte, é mentira”, asseverou.

  1. Os possuídos têm comportamentos específicos

Para identificar uma pessoa possuída, o Pe. López disse que se observa no possesso que em determinadas ocasiões “começa a gritar, a ladrar como cachorro, a vociferar ou a retorcer-se e a andar como cobras no piso. São mil formas”.

Também pode ocorrer que “ouve vozes, sente ódio ou rejeição por Deus, antes cria e agora zomba da Bíblia. É gente que tem uma dor terrível nas costas, mas os médicos dizem que está perfeitamente bem”.

“Os danos de Satanás estão fora da ordem médico-clínica. Gente que vive com uma diarreia permanente e com nada é retirada; gente que tem dor nos olhos e os oftalmologistas não encontram nada. São danos que a ciência não detecta”.

  1. O exorcismo é um mandato divino

A respeito de sua designação como exorcista há várias décadas, afirmou que foi “por necessidade” depois de ver “casos muito sérios e dolorosos”.

“Um companheiro sacerdote que estava metido nisso me fez ver que combater ao Maligno era uma obrigação. Me disse: ‘tens que meter-te nisto por mandato do Senhor’. Os três mandatos são levar a palavra de Deus, sanar enfermos e lançar demônios. Os três estão vigentes na igreja”.

Em uma ocasião, conta que um menino de uns 18 anos empurrou cinco bancas bastante grandes e pesadas “que nem 10 pessoas o conseguiriam”.

“Tinha uma força terrível. Tivemos que agarrar entre três para fazer-lhe o exorcismo. Havendo a presença do Outro, já se explica qualquer coisa. Que possam subir pelas paredes, sim; e voar também”.


Fonte: https://www.aciprensa.com/noticias/4-coisas-que-aprendio-este-sacerdote-mexicano-luego-de-praticar-6-mil-exorcismos-21852/