Liturgia Diária- 15/07/2017

SANTO HENRIQUE, Imperador e Confessor

Festa de 3ª Classe- Missa “Os justi” com Coleta própria

 

Nasceu em um castelo e era filho do duque da Baviera. Cresceu em um ambiente cristão, numa família santificada, pois seus irmãos haviam renunciado ao conforto da corte para dedicar-se inteiramente à fé.

Sua formação se deu em Hildesheim, onde recebeu influência da experiência e sabedoria dos cônegos. Há uma passagem que descreve sua vida e a prova de sua devoção: Aos 23 anos, teve um sonho onde lhe apareceu seu mestre, São Wolfgang ,que havia morrido poucos dias antes: ele teria escrito na parede de seu quarto a seguinte mensagem: “Entre seis”.

Henrique interpretou a mensagem achando que ele morreria em seis dias e passou a se penitenciar a fim de purificar o seu corpo e melhor entregar-se ao Criador.

Passados os seis dias, nada aconteceu. Ele reinterpretou a mensagem e recomeçou o martírio que então duraria seis meses. Completados seis meses, nada aconteceu.

Então previu que sua morte se daria em seis anos e iniciou o flagelo mais um vez. Ao término dos seis anos, Henrique ocupava o trono da Alemanha e estava preparado espiritualmente para não ceder às pressões do mundo materialista. Em seu cargo, promoveu a reforma da monarquia, do clero e dos mosteiros e seu governo foi exemplo de honestidade moral.

Foi sepultado em Bamberga e canonizado em 1146, 122 anos depois, pelo papa Eugênio III. Nessa expectativa da morte, vemos que São Henrique sempre assumiu uma postura diferente diante dos acontecimentos.


Páginas 1168 e 861 a 864 do Missal Quotidiano.


LEITURAS

Leitura (Eclo 31,8-11)

Bem-aventurado o rico que foi achado sem mácula, que não correu atrás do ouro, que não colocou sua esperança no dinheiro e nos tesouros! Quem é esse homem para que o felicitemos? Ele fez prodígios durante sua vida. Àquele que foi tentado pelo ouro e foi encontrado perfeito, está reservada uma glória eterna: ele podia transgredir a lei e não a violou; ele podia fazer o mal e não o fez. Por isso seus bens serão fortalecidos no Senhor, e toda a assembléia dos santos louvará suas esmolas.

Evangelho (Lc 12, 35-40)

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Estejam cingidos os vossos rins e acesas as vossas lâmpadas. Sede semelhantes a homens que esperam o seu senhor, ao voltar de uma festa, para que, quando vier e bater à porta, logo lha abram. Bem-aventurados os servos a quem o senhor achar vigiando, quando vier! Em verdade vos digo: cingir-se-á, fá-los-á sentar à mesa e servi-los-á. Se vier na segunda ou se vier na terceira vigília e os achar vigilantes, felizes daqueles servos! Sabei, porém, isto: se o senhor soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria sem dúvida e não deixaria forçar a sua casa. Estai, pois, preparados, porque, à hora em que não pensais, virá o Filho do Homem.

 

Anúncios

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s