Liturgia Diária- Transfiguração do Senhor

Festa de 2ª Classe- Missa Própria, sem comemoração do Domingo

transfiguration-of-jesus

Duas vezes a Santa Igreja, no decorrer do ano litúrgico, recorda o milagre da transfiguração: na Quaresma (evangelho do segundo domingo), para afirmar a divindade do Senhor antes de o seguir na humilhações da paixão, e hoje, em que se celebra particularmente a exaltação de Jesus Cristo. A festa da Transfiguração era já de longa data celebrada no dia 6 de Agosto nas diferentes Igrejas do Oriente e Ocidente. Para comemorar a vitória que obstou em 1457 ao avanço dos turcos, Calisto III, que recebera a notícia do feito no dia 6 de Agosto, estendeu esta solenidade a toda a Igreja. A Basílica do Latrão, primitivamente consagrada ao Santíssimo Salvador, festeja duas vezes no ano o titular, no dia de Páscoa e no dia 6 de Agosto. As demais Igrejas dedicadas ao Salvador celebram o titular, umas no dia de Páscoa, e outras na festa da Transfiguração.

LEITURAS

Epístola (II Pe 1,16-19)

Leitura da Epístola de São Pedro Apóstolo.

Irmãos: Na realidade, não é baseando-nos em hábeis fábulas imaginadas que nós vos temos feito conhecer o poder e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, mas por termos visto a sua majestade com nossos próprios olhos. Porque ele recebeu de Deus Pai honra e glória, quando do seio da glória magnífica lhe foi dirigida esta voz: Este é o meu Filho muito amado, em quem tenho posto todo o meu afeto. Esta mesma voz que vinha do céu nós a ouvimos, quando estávamos com ele no monte santo. Assim demos ainda maior crédito à palavra dos profetas, à qual fazeis bem em atender, como a uma lâmpada que brilha em um lugar tenebroso até que desponte o dia e a estrela da manhã se levante em vossos corações.

Evangelho (Mt 17, 1-9)

Sequência do Santo Evangelho segundo Mateus.

Naquele tempo tomou Jesus consigo Pedro, Tiago, e João, seu irmão, e levou-os à parte a um alto monte e transfigurou-se diante deles. E o Seu rosto ficou refulgente como o Sol, e suas vestiduras tornaram-se brancas como a neve. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. E Pedro tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é nós estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos: um para ti, um para Moisés e um para Elias. Estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem resplandecente os envolveu e eis que saiu da nuvem uma voz que dizia: Este é meu filho dileto em quem pus a minha complacência, ouvi-o. E, ouvindo isto, os discípulos caíram de bruços e tiveram grande medo. Porém Jesus aproximou-se deles, e tocou-os dizendo-lhes: Levantai-vos e não temais. Eles então levantando os olhos, não viram ninguém senão Jesus. E quando desciam do monte, Jesus ordenou-lhes dizendo: Não digais a ninguém o que vistes, até que o filho do homem ressuscite dos mortos.

 

Anúncios

Comente o post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s