Liturgia Diária- 20/04/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa própria do II Domingo depois da Páscoa


Páginas 505 a 508 do Missal Quotidiano.


Missa às 18:30 horas na Capela São Judas Tadeu.


LEITURAS

Epístola (I Pe 2, 21-25)


São Pedro aplica a Jesus “em cujas feridas fomos curados”, a profecia de Isaías, sobre o Messias sofredor.


Leitura da Epístola de São Pedro.

Caríssimos: Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo para que sigais os seus passos. Ele não cometeu pecado, nem se achou falsidade em sua boca (Is 53,9). Ele, ultrajado, não retribuía com idêntico ultraje; ele, maltratado, não proferia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça. Carregou os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro para que, mortos aos nossos pecados, vivamos para a justiça. Por fim, por suas chagas fomos curados (Is 53,5). Porque éreis como ovelhas desgarradas, mas agora retornastes ao Pastor e guarda das vossas almas.

Evangelho (Jo 10, 11-16)


“Conheço as minhas ovelhas”, isto é, jesus ama-as, precisa São Gregório. “E as minhas ovelhas conhecem-Me” – amam-Me e seguem-Me! Vede lá, irmãos, se sois de fato do número das suas ovelhas, se O amais, se O seguis! – Homilia de matinas.


Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo, disse Jesus aos fariseus: Eu sou o bom pastor. O bom pastor expõe a sua vida pelas ovelhas. O mercenário, porém, que não é pastor, a quem não pertencem as ovelhas, quando vê que o lobo vem vindo, abandona as ovelhas e foge; o lobo rouba e dispersa as ovelhas. O mercenário, porém, foge, porque é mercenário e não se importa com as ovelhas. Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas conhecem a mim, como meu Pai me conhece e eu conheço o Pai. Dou a minha vida pelas minhas ovelhas. Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco. Preciso conduzi-las também, e ouvirão a minha voz e haverá um só rebanho e um só pastor.

Anúncios

[Aviso] Formação de Fiéis- 28/04

Comunicamos que no dia 28/04, sábado, haverá Formação de Fiéis, como de costume. 

Tema: Cultura e Espiritualidade;

Horário: 18 horas;

Local: Sede da Irmandade do Carmo (Av. Mauá, 148, Bom Jesus);

Palestrante: Prof. Lucas Antunes.

Evento gratuito e aberto ao público. 

Liturgia Diária- 19/04/2018

MISSA DA FÉRIA

Féria de 4ª Classe- Missa própria do II Domingo depois da Páscoa


LEITURAS

Epístola (I Pe 2, 21-25)


São Pedro aplica a Jesus “em cujas feridas fomos curados”, a profecia de Isaías, sobre o Messias sofredor.


Leitura da Epístola de São Pedro.

Caríssimos: Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo para que sigais os seus passos. Ele não cometeu pecado, nem se achou falsidade em sua boca (Is 53,9). Ele, ultrajado, não retribuía com idêntico ultraje; ele, maltratado, não proferia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça. Carregou os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro para que, mortos aos nossos pecados, vivamos para a justiça. Por fim, por suas chagas fomos curados (Is 53,5). Porque éreis como ovelhas desgarradas, mas agora retornastes ao Pastor e guarda das vossas almas.

Evangelho (Jo 10, 11-16)


“Conheço as minhas ovelhas”, isto é, jesus ama-as, precisa São Gregório. “E as minhas ovelhas conhecem-Me” – amam-Me e seguem-Me! Vede lá, irmãos, se sois de fato do número das suas ovelhas, se O amais, se O seguis! – Homilia de matinas.


Sequência do Santo Evangelho segundo João.

Naquele tempo, disse Jesus aos fariseus: Eu sou o bom pastor. O bom pastor expõe a sua vida pelas ovelhas. O mercenário, porém, que não é pastor, a quem não pertencem as ovelhas, quando vê que o lobo vem vindo, abandona as ovelhas e foge; o lobo rouba e dispersa as ovelhas. O mercenário, porém, foge, porque é mercenário e não se importa com as ovelhas. Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas conhecem a mim, como meu Pai me conhece e eu conheço o Pai. Dou a minha vida pelas minhas ovelhas. Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco. Preciso conduzi-las também, e ouvirão a minha voz e haverá um só rebanho e um só pastor.

Intervenções do cardeal Zen e Renzo Pucceti no Colóquio “Igreja Católica, aonde vais?”

Por Adelante la Fe

Tradução de Airton Vieira

Mensagem de S.E. o cardeal Joseph Zen para o simpósio do dia 7 de abril em Roma

–Eminência, estamos em Hong Kong, mas em Roma está sendo celebrado um encontro, com o nome de Igreja, aonde vais? Estou seguro de que alegrará muito aos participantes que lhes dirija umas palavras de saudações.

–De acordo. Gostaria muitíssimo de participar, mas em vista de minha idade, decidi não viajar demasiado. Com minhas orações, com o coração, isso sim, estou convosco. Porque é um encontro que deveria ser do interesse de todo o mundo: Aonde vai a Igreja, nossa Igreja? A Igreja pela que Jesus se esforçou e padeceu. A Igreja na que gozamos de todas as graças do Senhor, e esperamos que nossa Igreja goze sempre de boa saúde. Continuar lendo